Escudeiro da Luz

teste site 6 (Cópia)

 

Distribuído em espaços escolares e instituições de ensino desde 2009, o livro “O Escudeiro da Luz em: Os Zumbis da Pedra” é uma ferramenta importante e pertinente na luta contra as drogas. O livro ganhou o país rapidamente e mais de 100 mil exemplares da primeira tiragem e se espalharam pelo Rio Grande do Sul e pelo Brasil​.

Atualmente está inserido nas salas de aula de diversas escolas do estado e do Brasil como referência na temática de prevenção ao crack e outras drogas e especialmente em Porto Alegre desenvolve desde 2011 um projeto em mais de 50 escolas com a publicação associada à atividades socioculturais com alunos, familiares e professores​

Além de Porto Alegre, onde o Projeto Circuito Papo Reto e o livro Os Zumbis da Pedra foi implantado em toda rede municipal de educação, a obra literária foi aplicada também nos seguintes municípios gaúchos: Canoas,Taquara, Farroupilha, Nova Bassano, Frederico Westphalen, Montenegro, Carazinho, Caxias do Sul, Passo Fundo, Erechim, Cachoeira do Sul, Santa Maria, Nova Hartz, Campo Bom, Casca, Charqueadas, Erval Seco , Esmeralda, Palmitinho, Santa Rosa, Salvador do Sul, Pelotas, Rio Grande, Eldorado do Sul, Guaíba, Cidreira, Alvorada, Três Coroas, além de estados como Salvador,  Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro, Fortaleza, Paraná, Santa Catarina e São Paulo.​

A iniciativa de Manoel Soares, Marco Cena e Paulo Daniel Santos insere no cotidiano escolar a história e os rostos do Escudeiro da Luz e do menino Nilinho. É um retrato da realidade que as drogas delimitam, tanto aos seus usuários, como a familiares e amigos destes. Com base nas verdades desta narrativa ilustrada, a arte de Santos, que vai de encontro com o universo simbólico das crianças, é protagonista, e aliada às palavras de Cena e Soares torna o conteúdo lúdico.

A CUFA RS é a primeira instituição a trabalhar em larga escala com prevenção de drogas nas escolas. A publicação O Escudeiro da Luz, em sua trama e pessoalidade, rompe métodos tradicionais e resgata o interesse de jovens na temática das drogas, abrindo portas para discussões a respeito.“É inspirador ver como este livro conseguiu mergulhar no mundo dos sonhos e fantasias, limpar, lustrar, polir, até que refletisse a realidade. Este não é mais um livro ou uma parábola sobre as drogas, mas uma poderosa ferramenta de prevenção que, através do imaginário, toca onde muitas campanhas contra as drogas não chegam: no coração da criança que há em nós”, resume o rapper e ativista Alex Pereira Barbosa, mais conhecido como MV Bill. ​​

 

One Comment

  1. Sou professora de Língua Portuguesa e atuo em duas escolas de Sapucaia do Sul com turmas dos anos finais do Ensino Fundamental. Atualmente, estou trabalhando com o livro “O escudeiro da luz” com adolescentes de doze a quinze anos. É um sucesso! Percebo o quanto a história comove e mexe com a garotada. Estou emocionada. Desejo contar com uma visita de Manoel Soares aqui, se possível. Como poderia falar com ele a respeito? Muito obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>